Roskana no horário nobre

Do G1

Polvo brasileiro dá palpite: Leonardo será o técnico da seleção

Será que Roskana, o polvo do Guarujá, tem as mesmas habilidades do primo Paul, o polvo-profeta da Alemanha?
Muito longe de Oberhausen, na Alemanha, no Guarujá, litoral de São Paulo, surge um novo concorrente ao posto de polvo vidente: a incrível Roskana.
Roskana nunca arriscou adivinhar nada, e pode inclusive ser macho. Mas isso é só um detalhe. O tratador garante que o polvo é inteligente.
“A gente põe um pote com comida viva dentro e ele tem a habilidade de abrir esse pote e se alimentar dessa comida”, conta o

O Polvo vidente brasileiro

Leonardo é renovação.

tratador Jayson Russ.
A missão de Roskana agora é prever qual será o novo técnico da seleção brasileira. Os candidatos mais populares são Leonardo, Felipão, Mano Menezes e Ricardo Gomes.
Assim como Paul, lá na Alemanha, Roskana também deve ser atraída por um destes deliciosos mexilhões. Mas qual?
Os quatro concorrentes são postos diante do mais novo oráculo brasileiro. E sabe o que acontece? Nada.
“A gente alimenta o polvo três vezes por semana, e infelizmente ele comeu no dia anterior”, explica o tratador.
Roskana: em nome do futuro da nossa seleção, do sonho do hexa, faz uma forcinha.
E lá vai ela, ou ele, sei lá. E o novo técnico da seleção, pelo jeito, vai ser o Felipão. Opa, mudança de última hora. O grande eleito foi o Leonardo!
Será que a voz do polvo é a voz de Deus?

Pinguins fazem fila para vistoria em zoológico de Londres

01/06/2010 14h24 – Atualizado em 01/06/2010 14h24

  Da France Presse

Um grupo de pingüins do Zoológico de Londres, na Inglaterra, passou por uma vistoria na manhã desta terça-feira (1º).
Veterinários usaram peixes para atrair os animais para um equipamento que reconheceu o chip instalado em cada pinguim.
O scanner faz a identificação dos animais anualmente para atualizar seu histórico de saúde. A vistoria serve de relatório para o governo inglês saber como está o zoológico.
O Zoológico de Londres abriga cerca de 16 mil animais, em sua grande maioria, identificados por microchip. 

Do G1 – Para ver as fotos clique aqui